PARE O MUNDO QUE EU QUERO DESCER by Michel Serdan

Hoje acordei com uma sensação de impotência.                                                                                                                                                        Já tive vontade de sair do Brasil, mas ir para onde? EUA não dá! O seu presidente recebeu de uma empresa armamentista US$ 330 milhões para a sua campanha politica e nesta semana ele viu um só homem, um zero á esquerda, com mais de 40 armas incluindo muitos rifles semi automáticos, fazer uma carnificina, sem poder abrir a boca contra a posse das armas, por estar com o rabo preso.                                                                                                                                                                                                                                              Para Países da Europa também não vou, pois o “Estado Islâmico”  tem “soldados” espalhados, prontos para atacar.                                 Eu sou agnóstico e o meu Deus é só meu. Se um terrorista me pegar vou deixar bem claro que estou pouco me lixando para “Maomé” deles, quer dizer, vou perder o pescoço, ou é a cabeça, sei lá! Já cogitei em ir para Portugal, pois lá não tem terroristas. Gostaria de ter ido conhecer o “Raul Sonado” , fiquei fã dele desde que  ouvi  sua musica: “O meu chapéu tem três bicos, três bicos tem meu chapéu, se não tiver os três bicos, não pode ser meu chapéu. Isto é arte? mas de arte vou falar depois. O problema é que descobri que em Portugal está cheio de viúvas, não tem viúvos. Como a minha Aída  é portuguesa liguei as antenas (não estão na testa) e como moro em um bairro que é declaradamente reduto de portugueses e descobri que estou rodeado de viúvas!!! Não gosto de bacalhau, bemmmm, um bolinho, sequinho, quentinho de bacalhau, ainda vai, né? Para sentir o cheiro de bacalhau não preciso ir para lá…                                                                                                                                                                                                                                  Países Asiáticos também não vou, não gosto da comida deles e nem sei comer com pauzinhos. Sou canhoto e apanhava nas mãos todas as vezes que os padres do colégio me viam comendo com garfo ou colher com a mão esquerda. Quem poderá imaginar eu me dando com dois pauzinhos? Países da América do Sul, com o sistema de ditadura, não vou, eu considero os ditadores covardes. Os Países de esquerda também não dá, o sistema monetário é uma vergonha.  O peso em relação ao real é uma piada, imaginem em relação ao dólar ou euro e vai que Lula resolva pedir asilo num desses Países. Nunca mais quero ouvir “LULA LÁ”.                                                  Aqui no Brasil está ficando cada vez pior, a minha avó já falava que: “De médico e de louco todo o mundo tem um pouco”. Sabem aquele médico que estuprou centenas de mulheres? Sai da cadeia, vai para casa. A policia vem tira de casa e leva de volta para a cadeia. De novo sai da cadeia e vai para casa, volta pra cadeia. Isso não é coisa de louco? Em sua 1ª campanha à presidência “Lula” chocou o País e o mundo ao falar que no congresso brasileiro tinha mais de 300 picaretas. É que nessa época ele ainda não sabia contar e ainda faltando um dedo  hummm!!!                                                                                                                                                      No Brasil houve uma grande inversão de valores. Um policial quando se forma jura defender o cidadão!  O bandido jura  matar um policial por dia e se o policial estiver de moto, melhor ainda, pois o bandido ficará com a arma e uma moto para vender.                        Uma pesquisa realizada indicou que 76% dos professores já tinham sofrido algum tipo de agressão, inclusive física, de seus alunos, e o pai de alguns foram tirar satisfação com os docentes. No meu tempo quando sofríamos algum tipo de castigo, não falávamos nada em casa não, porque apanhávamos. Já repararam que para as mães dos adolescentes presos em  flagrante, os filhos são todos santos, e, ainda falam mal quando digo que quero ir para o inferno. Estupros coletivos acontecem em todos os cantos do País.            No Piauí um casal leva um filho de 13 anos para visitarem um amigo preso na cadeia de Teresina. Ao saírem deixam o filho escondido debaixo da cama do amigo, a segurança descobriu que alguém, no fim das visitas, não havia saído. A policia descobre o garoto. Perguntam ao pai se sabia que o preso já havia sido condenado algumas vezes por estuprar menores. A resposta do pai: achei que ele estava preso “só por matar a mulher”!!! então tá. Então pode.                                                                                                          Em Minas Gerais um vigia noturno de uma creche, jogou alcool em si e na criançada toda que estavam num salão e tacou fogo. 8 crianças, todas de 4 anos e uma professora heroína tentou impedir, morreram na hora e tem mais 23 crianças em estado grave algumas com até 80% do corpo queimado. A cidade toda sabia que o vigia de 50 anos tinha problemas mentais, e mania de perseguição.  Meu Deus, uma pessoa com problemas mentais tomou conta de uma creche á noite durante 8 anos até que deu no que deu.                                                                                                                                                                                                                                       O “MAM de São Paulo” (Museu de Arte Moderna) coloca um homem pelado, deitado num tapete, nu, e dizem que aquilo é arte. Aonde esta a arte??? para mim uma pessoa (homem ou mulher) pelada num local publico (o museu) é um atentado violento ao pudor. Só que, estava rodeado de crianças e uma mãe foi filmada incentivando a filhinha a tocar na “ARTE” então é pedofilia!!! Tem que prender os pais que levam os filhos  para ver a arte. Como tenho certeza que o povo irá votar no próximo ano, nos mesmos corruptos que ai estão. Peço um favor.                                                                                                                                                                         Pelo amor de Deus, parem o mundo que eu quero descer.

 

Deixe uma resposta