“Devaneios de Um Louco!” – by Michel Serdan #96

Hoje irei contar um caso triste. Nada a ver comigo mas, se algum lutador da antiga, da década de 60, quando a equipe era Reis do Ringue, tiver o costume de ler meu blog (o que não acredito, porque se ainda estiver vivo deve ter muito o que fazer) irá se lembrar dos fatos.

Naquela época tinha um juiz (mediador) de luta livre muito famoso, a ponto de não poder andar na rua. Muito rico, dono de uma agência de carros importados, fama, sucesso, dinheiro e família. O que um homem pode querer mais da vida?

Um dia uma “bomba” explodiu!

Ele descobriu que seu filho (só não lembro se era filho único), compartilhando a mesma seringa com outros drogados, havia sido contaminado pela AIDS, uma doença nova na época, que estava se espalhando pelo mundo. Tudo era novidade, o mundo vivia fazendo experiências, e o tal de coquetel ainda não existia. Aquele pai as custas de muito dinheiro vai retardando o fim que todos sabemos qual é.

Um ano… dois… sei lá quanto tempo, o final chegou, para o desespero daquele pai. Afinal, aquele pai iria descansar… ledo engano!!! Descobriu que estava com câncer! Descobriu também que havia gasto toda sua fortuna retardando a morte do filho.

Na miséria, sem ter como se tratar numa época que tudo era difícil neste país, entregou sua vida a Deus que rapidinho o levou. Triste não?!?

Não tem muito a ver mas, falando em “ver”, saí ontem (21/06/2016) de uma cirurgia de catarata, e fico pensando em algumas coisas. Quero fazer uma pergunta para vocês meus amigos, e quem puder e quiser, deixe abaixo sua opinião.

PERGUNTA – Você e sua esposa trabalharam a vida inteira, para terem uma velhice confortável. Se privaram de muitas coisas conseguindo fazer um bom “pé de meia”. Você descobre que está com uma doença incurável. Para conseguir manter-se vivo, só as custas de muito dinheiro para remédios e etc.

O que eu gostaria de saber é se você, para manter-se vivo, gastaria todo o dinheiro que os dois conseguiram acumular, sabendo que a hora que ele acabar, você já era, mesmo assim torraria tudo em remédios, sabendo que quando morrer deixará sua mulher na miséria?

A) Sim
B) Não
C) Se não, o que faria?

Abraços a todos.

1 resposta para “Devaneios de Um Louco!” – by Michel Serdan #96

  1. Gustavorodrigues disse:

    Estou gostando muito desses artigos…

Deixe uma resposta